Um caso de utilização de estacas metálicas com até 34 m de profundidade em Jaboatão dos Guararapes – PE, com seção variável, através da utilização de elementos de mesmas características geométricas e peso decrescente com a profundidade.

Os elementos utilizados apresentam basicamente mesma altura e mesa, mantendo o mesmo perímetro, reduzindo apenas a espessura da mesa e da alma do perfil. Obteve-se, desta forma, uma economia significativa na obra, da ordem de 15%, quando comparado com a solução convencional. Através de métodos semi empíricos foi estabelecida a transferência de carga e determinados os tipos e profundidades dos perfis utilizados. Leia mais